mind-on-treinamento-porto-alegre-curitiba

Em um mundo onde estamos nos tornando cada vez mais ansiosos em proteger aqueles que estão mais próximos de nós; será que não estamos trazendo à essas pessoas mais danos do que benefícios no longo prazo?

Muitas vezes temos receio em fornecer um feedback de desempenho para um profissional ou colega, pois estamos preocupados com os danos que podemos causar. Pensamos que as pessoas não entendem ou não saberão lidar com a situação, ou ainda, poderá gerar um desconforto no relacionamento. Isto tudo traz um risco enorme para as organizações, que precisam que seus colaboradores possuam uma alta performance, e para isso, precisam entender aonde podem melhorar.

Neste ambiente onde os líderes têm receio em comunicar os principais pontos de melhoria aos seus liderados, a comunicação fica cada vez mais enfraquecida e os colaboradores perdem o interesse rapidamente.

No entanto, algumas pesquisas recentes provam que o velho ditado “o que não te mata te torna mais forte” é verdadeiro. Mark Seery e seus colegas da University at Buffalo

investigaram o efeito que a exposição à adversidade de vida tem sobre a sua resiliência.

Os resultados do estudo mostram que aqueles que vivenciaram algumas adversidades na vida possuem uma melhor saúde mental (incluindo satisfação com a vida e comprometimento com o trabalho) do que aqueles que conviveram com muita ou nenhuma adversidade na vida. Isto mostra que as pessoas que experimentam alguns revezes, se tornam mais resilientes do que aqueles que estão expostos apenas as boas notícias.

Assim como uma pequena queda torna a criança mais cuidadosa no futuro, ser honesto com nossos colaboradores, quando feito da maneira correta, traz benefícios a longo prazo.

Fonte: http://www.sciencedaily.com/releases/2010/10/101015125645.htm , último acesso em Novembro de 2011.

Tagged with →  
Share →