lideranca-mind-on

lideranca-mind-onImagine se você estivesse em um dia normal de sua rotina de trabalho e alguém lhe convidasse para se transformar em um líder! Em um primeiro momento, nosso pensamento se volta somente para as coisas boas do papel de liderança; mas em poucos minutos entramos em desespero por não saber como assumir este desafio.

Se tornar um líder exige grande dedicação, tanto da pessoa em formação, quanto da organização ou do coaching que está acompanhando o processo.

É importante lembrar que a cultura da empresa vai se moldando com estes novos processos, pois quem está iniciando sua carreira como líder irá cometer falhas, não saberá lidar com situações complicadas e terá que pedir ajuda e o melhor de tudo, a empresa passa a praticar o que chamamos de gestão do conhecimento.

Programas bem estruturados definem e analisam competências dos participantes antes de serem eleitos, mas pense, ao receber um convite destes você lembraria de analisar se tem de fato capacidade para este papel? Este é um dos erros mais comuns que encontramos nas organizações. Não basta o colaborador apresentar as competências essenciais, ele precisa querer assumir responsabilidades e tomar decisões, precisa gostar de conviver e entender as pessoas, precisa estar disposto a buscar e responder por bons resultados, precisa concentrar esforços na sua equipe.

Sair da posição de colaborador para gestor é uma tarefa difícil. Se antes a maior preocupação era o seu salário ou as suas tarefas, agora você passa a ser responsável por entender e motivar uma equipe com diferentes necessidades e precisa fazer o processo acontecer atingindo os melhores resultados. Não olhar somente para o próprio umbigo e enxergar tudo o que acontece ao seu redor não é para qualquer um!

E ai, quem quer ser líder?

Tagged with →  
Share →